Proposta de Ana Genezini para ensino de libras aos servidores é colocada em prática pela Prefeitura

Na última segunda-feira, 26, cerca de 200 servidores municipais participaram pela primeira vez do curso básico de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) ministrado pela equipe de educação especial da Secretaria de Educação, uma antiga reivindicação da vereadora Ana Genezini (PTB), apresentada pela primeira vez na legislatura passada. De acordo com a proposta da vereadora, o objetivo dos cursos é atingir a meta de pelo menos dois servidores habilitados em cada unidade de atendimento ao público. “A forma verbal de atendimento é predominante em todos os órgãos públicos municipais. Com isto, embora esteja incluída a maioria da população, há a exclusão daqueles que são portadores de deficiência auditiva em geral, impedindo-lhe o pleno exercício de seus direitos e subordinando-os à assistência de outrem que possa transmitir-lhe o que tenha sido falado”, justificou a vereadora em uma das reiterações. O curso oferecido pela Prefeitura é composto de abordagens práticas e teóricas, tem a duração de 30 horas que são ministradas em 11 encontros. Inicialmente 200 servidores se inscreveram para realizar o curso e diante desta procura, a prefeitura deverá realizar outras edições, incluindo, níveis avançados para aqueles que quiserem se aperfeiçoar. “Eu já fiz o curso enquanto servidora municipal e recomendo. É extremamente gratificante que a equipe da Secretaria de Educação e o prefeito tenham aproveitado esta antiga sugestão do meu gabinete e incorporado à qualificação dos funcionários públicos municipais para que os mesmos estejam preparados para realizar um atendimento universal”, destacou Ana Genezini.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conselho de Usuários da TIM Região Sudeste

Ana Genezini pede flexibilização para abertura do comércio e apoio para famílias carentes

Ana Genezini sugere instalação de bebedouros em diferentes pontos da cidade