6.7.15

Câmara aprova projeto de Ana Genezini que declara de utilidade pública a Associação Reencontro

Entidade desenvolve relevante trabalho na cidade na recuperação de dependentes de álcool e outras drogas 

A Câmara aprovou por unanimidade, na 105ª sessão ordinária, o Projeto de Lei nº 23/2015, de autoria da vereadora Ana Genezini (PTB), declarando de utilidade pública a entidade Reencontro Centro de Tratamento para Dependentes de Álcool e Drogas – Associação Reencontro.
A entidade tem sete anos de experiência no atendimento à pacientes adultos do sexo masculino e tem realizado relevantes projetos no municípios, oferecendo apoio aos dependentes químicos, contribuindo para a reintegração desses cidadãos à sociedade”, explicou Ana Genezini.
A Associação Reencontro tem como objetivo promover a recuperação de alcoolistas e/ou dependentes de substâncias psicoativas e sua reintegração de forma plena e saudável na família e na sociedade, por meio da oferta de uma nova maneira de viver, sustentada pela sobriedade a aquisição de novos padrões de conduta.
A entidade dispõe de uma equipe interdisciplinar contando com médico psiquiatra, clínico geral, psicólogos, técnicos em dependência química, técnico de enfermagem, monitores, professor de educação física, entre outros.
O tratamento realizado consiste em quatro meses de internação e dois meses de resocialização, com acompanhamento psicológico individual e em grupo; acompanhamento médico e de enfermagem; familiar; grupo de orientação; aulas de educação física; avaliações constantes quanto à evolução terapêutica; orientações sobre prevenção de recaídas; grupo de resocialização e plano individual de acompanhamento.
Entendo que esse projeto abrirá portas, apontará novos caminhos que possam possibilitar a realização desses projetos que a entidade já vem realizando, ampliando o trabalho de recuperação dos dependentes químicos e demais indivíduos que precisam de um apoio para se ressocializar”, afirmou Ana Genezini.

Com a declaração de utilidade pública, a entidade poderá firmar parcerias e convênios com o poder público ou com a iniciativa público/privada, intensificando o trabalho da associação, além da isenção de impostos como IPTU e ISS, e outros encargos tributários de responsabilidade do município. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário