Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2020

Ana Genezini sugere instalação de bebedouros em diferentes pontos da cidade

Imagem
Durante a 126ª Sessão Ordinária, realizada na segunda-feira (26), a vereadora Ana Genezini (MDB) encaminhou solicitação para que a Prefeitura instale bebedouros em diversos pontos da cidade. O objetivo é evitar o descarte excessivo de garrafas plásticas, estimulando o uso consciente de recipientes próprios e reutilizáveis. “ A implantação desses bebedouros estimularia a população e os turistas a carregar suas próprias garrafas, contribuindo para a preservação do meio ambiente ”, explica Ana Genezini. No documento encaminhado para análise do Executivo Municipal, Ana Genezini explica que “ estima-se a venda de um milhão de garrafas plásticas por minuto no planeta, ou seja, 20 mil são compradas a cada segundo no mundo. Com a implantação de bebedouros, estimulamos o uso de próprias garrafas e contribuímos para a preservação do meio ambiente ”. “ Espero que a proposta seja aceita, pois além de contribuir para a preservação do nosso meio ambiente, estaremos também garantindo que a

Ana Genezini propõe uso de drones no monitoramento para auxiliar Segurança na cidade

Imagem
Vereadora encaminhou Moção de Apelo solicitando do Executivo estudo para o investimento A vereadora Ana Genezini (MDB) apresentou, durante a Sessão Ordinária realizada na segunda-feira (17), Moção de Apelo solicitando da Prefeitura estudos técnicos para a aquisição de drones e implantação de monitoramento com os equipamentos no município. Com aprovação por unanimidade no plenário da Casa, a Moção de Apelo foi encaminhada ao Executivo Municipal com informações comprovando a versatilidade e eficiência dos dispositivos, tecnicamente chamados de RPAS ( Remotely Piloted Aircraft System , na tradução, sistema de aeronave remotamente pilotada) e VANT (Veículo Aéreo Não Tripulado). Ana Genezini documentou que o uso dos drones equipados com câmeras é extremamente útil na hora de planejar a segurança. “ As imagens proporcionam uma visão ampla e em tempo real dos espaços, o que ajuda a identificar fragilidades e a organizar melhor os componentes da operação. Além disso, o uso de drones di

Ana Genezini parabeniza talento e dedicação do artista Odyr Loya Magalhães

Imagem
Maquete do plenário da Câmara, construída pelo artista, foi entregue ao Presidente e vereadores no início da 124ª Sessão Ordinária No início da 124ª Sessão Ordinária, realizada nesta segunda-feira (10), a Câmara de Vinhedo recebeu de Odyr Loya Magalhães uma miniatura do plenário da Casa de Leis vinhedense. Construída pelo miniaturista de 91 anos e morador de Vinhedo, a obra completa o conjunto de três maquetes, que inclui as fachadas antiga e a atual do Legislativo. “ O trabalho de Odyr é louvável. Todo o cuidado que ele tem com os detalhes, em reproduzir fielmente os espaços públicos, faz com que suas obras se tornem parte de nossa história ”, afirma Ana Genezini (MDB). Odyr Loya Magalhães foi apresentado ao parlamento municipal pela vereadora, que reconheceu o talento do morador de Vinhedo e o incentivou a criar a maquete da fachada da Câmara. “Ele fez a maquete da antiga fachada e, também, outra após a reforma da Câmara. Agora, completa nosso acervo com a doação desta lin

Ana Genezini encaminha minuta de projeto à Prefeitura para inclusão do símbolo do autista em placas de atendimento preferencial

Imagem
Minuta de projeto foi encaminhada na forma de Moção de Apelo A Câmara de Vinhedo aprovou nessa segunda-feira, 03, a Moção de Apelo nº 01/2020, de autoria da vereadora Ana Genezini (MDB), que solicita à Prefeitura a elaboração e encaminhamento ao Legislativo de projeto de Lei tornando obrigatória a inclusão do símbolo mundial da conscientização sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA) em placas de atendimento preferencial em estabelecimentos públicos e privados. O pedido tem como base a Lei Federal nº 16.756, que institui a obrigação da inclusão do símbolo em nível nacional, porém carece de regulamentação em nosso município. O símbolo é uma fita montada por um quebra cabeça, que representa a complexidade do autismo e seus diferentes espectros que se encaixam formando o TEA. É usado para simbolizar a ideia de que pessoas autistas são difíceis de compreender, como um quebra-cabeça, e que a “cura” para o autismo é a peça que falta. A fita de conscientização, por sua vez, que t