3.6.13

Ana Genezini consegue liberação de emenda parlamentar para o LarCab



Vereadora apresentou ainda projeto de consumo consciente a ser realizado com as crianças da Rede Municipal de Ensino em parceria com a Fundação PROCON

Na última semana a vereadora e 1ª secretária da mesa diretiva Ana Genezini (PTB) recebeu comunicado do gabinete do Deputado Federal Ricardo Izar Jr. (ex-PTB, agora PSD) informando que seu pedido de verba para a entidade vinhedense LarCab (Lar Carlos Augusto Braga) no valor de R$ 30 mil foi atendido pelo Governo do Estado de São Paulo.

Esta é a segunda vez que Ana Genezini tem seu pedido de verba contemplado pelo deputado, que entregou em dezembro de 2011, R$ 60 mil a serem divididos igualmente entre as entidades CEIVI e LarCab.

Segundo a vereadora, a verba é proveniente dos recursos da Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo e deverá ser utilizada no desenvolvimento de projetos assistenciais às pessoas com deficiência. “A verba de 2011 possibilitou ao CEIVI realizar uma reforma na piscina da entidade e ao LarCab adquirir equipamentos para uso da entidade. Tenho certeza que essa verba terá um destino nobre a esta importante entidade da nossa cidade”.

Ana Genezini também destacou a atuação dos parlamentares que se empenham em trazer recursos para Vinhedo. “Precisamos valorizar aqueles deputados que se lembram de Vinhedo e nos prestigiam com emendas à cidade. Há muitos deputados que apenas passam pelo município sem nunca terem contribuído com a efetiva liberação de recursos e isso a população precisa saber. Agradeço imensamente o empenho do deputado Ricardo Izar que vem lutando por verbas em benefício da cidade desde o início do seu mandato, confirmando seu compromisso com Vinhedo”, elogiou.


Projeto Consumo Consciente


Ainda nesta semana Ana Genezini utilizou seu tempo na fase da explicação pessoal para falar sobre o projeto “Saber Consumir” proposto recentemente ao prefeito Milton Serafim pela mesma, para que seja implantado na Rede Municipal de Ensino.

O projeto é uma iniciativa da Fundação Procon e se dá através de materiais pedagógicos, especialmente elaborados para abordar o tema consumo em sala de aula. O kit é composto por manual do multiplicador, código de defesa do consumidor, para educadores, caderno de atividades e DVD educativo, sendo dividido em três faixas etárias: crianças de 7 a 10 anos, adolescentes de 11 a 14 anos e jovens entre 15 a 18 anos.

Segundo a parlamentar, o prefeito gostou muito da ideia e mostrou-se receptivo ao projeto. “Há o planejamento de construir uma escola em período integral na Capela e a ideia é criar disciplinas e atividades extracurriculares para a rede municipal, essa seria uma delas”, explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário