19.9.17

Ana Genezini critica redução no horário de atendimento do pronto atendimento da Capela e da UPA

Medida foi anunciada pela Prefeitura nos últimos dias como forma de economia ao erário público
O recente anúncio por parte da Prefeitura de redução do horário de atendimento da UPA e do pronto socorro da Policlínica da Capela, de 24 para 12 horas, foi criticado pela vereadora Ana Genezini (PMDB) durante a 29ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 18.
A municipalidade adotou a medida como mais uma forma de diminuir os gastos públicos, porém a decisão não agradou a população e nem ao Legislativo vinhedense.
Eu efetivamente não concordo com essa medida da Prefeitura de diminuir o horário de atendimento do Pronto Atendimento da Policlínica Capela e da UPA. A Policlínica já tem mais de 10 anos de funcionamento, e é o principal posto de saúde de toda a região da Capela. A distância da Capela à Santa Casa, que passará a ser a única unidade de saúde 24 horas de nossa cidade, gera a necessidade de oferecer transporte à população que precisará se deslocar. Não quero crer ou mesmo ouvir alguém dizendo que a simples disponibilização de uma ambulância na Policlínica para promover o transporte de pacientes é o suficiente, pois não é. No tempo que a ambulância sai de seu plantão para transportar um paciente, outro que necessita da urgência pode vir a falecer devido à falta do veículo de plantão. Definitivamente não concordo com a decisão do município”.

Ana Genezini lembrou que no caso do pronto atendimento 24 hrs na Capela não há lei que obrigue o funcionamento 24 horas, como ocorre na UPA, com cujo encerramento de atividades as 19horas também não concordamos, e reforçou que o atendimento integral na Capela e na UPA é essencial para garantia da saúde naquela região e na cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário