Mesa diretiva da Câmara participa de sorteio do CDHU para pessoas com deficiência

Presidente Rubens Nunes (PR), Ana Genezini e Márcio Melle acompanharam o sorteio dos sete apartamentos

Na manhã dessa quinta-feira, 28, a Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU) do Governo do Estado de São Paulo e a Prefeitura de Vinhedo realizaram o sorteio dos apartamentos destinados às pessoas com deficiências. O presidente da Câmara, vereador Rubens Nunes (PR), a 1ª secretária Ana Genezini (PTB) e o 2º secretário Márcio Melle (PSB) participaram do sorteio junto ao secretário municipal de Habitação, Mario Cesar Campos “Balu”, e ao coordenador da CDHU regional Campinas, Milton Dolce.

Seguindo os critérios da CDHU, foram sorteados os sete apartamentos reservados para pessoas com deficiência do Conjunto Habitacional Vinhedo “F”, construído na confluência das ruas Bruxelas e Antônio Bucci, na divisa dos bairros Vida Nova I e Altos do Morumbi. A reserva de moradias às pessoas com deficiência é prevista pela Lei Municipal nº 3.562/2013, a qual determina que os programas habitacionais em Vinhedo, executados direta ou indiretamente pela Prefeitura, como casas, apartamentos, lotes urbanizados, entre outros, devem destinar 7% do total de imóveis compromissados à venda a pessoas com deficiência ou a famílias que as possuam.

Antes do sorteio o presidente Rubens Nunes falou aos presentes, momento em que desejou sorte aos inscritos e destacou a política habitacional do município. “Apesar do sorteio de hoje se resumir aos últimos sete apartamentos do mais novo conjunto habitacional da cidade, o prefeito Milton Serafim e a Secretaria de Habitação tem um planejamento para a entrega de mais 1000 moradias até 2016, inclusive com novas unidades já aprovada na CDHU e outras tantas já com os pedidos encaminhados ao governador Geraldo Alckmin; esse trabalho conjunto do Executivo com o Legislativo, que sempre aprova e encaminha projetos sobre a temática, irá diminuir de forma considerável o déficit habitacional”.


Nessa manhã foram sorteadas sete famílias e mais setes suplentes, para preencherem as vagas abertas caso algum dos beneficiados seja impedido de receber a moradia por não preencher algum dos requisitos impostos pelo programa. Cada um dos 14 sorteados ainda passará por perícia médica para comprovar a deficiência alegada à época da inscrição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conselho de Usuários da TIM Região Sudeste

Ana Genezini pede flexibilização para abertura do comércio e apoio para famílias carentes

Ana Genezini sugere instalação de bebedouros em diferentes pontos da cidade