Ana Genezini critica não hasteamento de bandeiras em prédios públicos de Vinhedo

Lei federal 5.700 de 1971 obriga o hasteamento da bandeira nacional nas sedes das prefeituras 

Em pronunciamento proferido na 162ª Sessão Ordinária, realizada nessa segunda-feira, 07, a vereadora Ana Genezini (PMDB) criticou a decisão da Prefeitura de Vinhedo em não mais hastear as bandeiras nacional, estadual e municipal na sede do município, o que desrespeita disposição da Lei federal 5.700 de 1971, que dispõe sobre a forma e apresentação dos símbolos nacionais.

O inciso VI do artigo 12 da referida lei prevê que a bandeira nacional, assim como a do Mercosul, deve ser hasteada diariamente nas prefeituras e câmara municipais. A prática sempre foi adotada no município em relação à bandeira nacional, porém ultimamente a municipalidade deixou hastear a bandeira nacional, assim como a estadual e municipal na Prefeitura e outros prédios da administração municipal em que a prática era comum. A Câmara Municipal continua a hastear as bandeiras diariamente.

Nós temos percebido que as bandeiras nacional, estadual e municipal não estão sendo hasteadas, nem na frente da Prefeitura nem em outros próprios municipais, como na rodoviária, praças e escolas. Prefiro crer que essa falta de patriotismo não seja resultado da crise financeira, pois não é possível que o município não possua nem um jogo de bandeiras para hastear”, questionou.

A vereadora ainda ressaltou que qualquer ato de civismo público deve ser resgatado pela municipalidade, como a obrigatoriedade de cantar o hino nacional nas escolas e a inclusão de matérias de civismo na grade curricular.


Deixo meu recado ao prefeito Jaime Cruz, pois quero ver amanhã de manhã as bandeiras hasteadas em frente à Prefeitura, e também quero que seja cobrado das escolas que as mesmas bandeiras sejam hasteadas e que o hino nacional seja cantado ao menos uma vez na semana”, concluiu.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conselho de Usuários da TIM Região Sudeste

Ana Genezini pede flexibilização para abertura do comércio e apoio para famílias carentes

Ana Genezini sugere instalação de bebedouros em diferentes pontos da cidade