Projeto de informatização sugerido por Ana Genezini será realidade nas escolas


Pl 31/2010 que autoriza abertura de crédito especial para implantação dos centros de inclusão social nas escolas já está em tramitação na Câmara

Na última sessão, realizada na terça-feira, 4, entrou em tramitação na Câmara durante expediente apresentado pelo prefeito, o Projeto de Lei 31/2010 que solicita autorização dos vereadores para abertura de crédito adicional especial para implantação do Centro de Inclusão Digital, programa sugerido e apresentado ao prefeito pela vereadora Ana Genezini (PTB) no início do ano passado.
Em funcionamento na cidade de Campo Limpo Paulista, o projeto - que lá recebe a denominação de “Aluno Monitor”- é realizado com o respaldo da Microsoft e tem o objetivo de capacitar jovens com certificação em diversas faixas etárias da tecnologia e a inclusão digital de alunos do Ensino Fundamental. Em Vinhedo, o projeto deverá seguir os mesmos moldes da cidade vizinha, adpatando-o a realidade das escolas que receberão os centros.
De acordo com o ofício que encaminhou o projeto, quatro escolas vão sediar a benfeitoria: Profª. Maria de Lourdes Von Zuben, Abel Maria Torres, Dom Mathias e Magdalena Lébeis. O custo total da implantação é de R$ 181.779,09 sendo R$ 160 mil provenientes de convênio federal e R$ 21.779,09 de recursos municipais.
“Fico imensamente satisfeita em saber que aquela visita rendeu bons frutos a cidade e que graças a ela, poderemos ter uma cidade mais inclusiva e com mais oportunidade a todos”, comemorou Ana Genezini.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conselho de Usuários da TIM Região Sudeste

Ana Genezini pede flexibilização para abertura do comércio e apoio para famílias carentes

Ana Genezini sugere instalação de bebedouros em diferentes pontos da cidade