Ana Genezini comenta participação no II Congresso Internacional de Nutrição Especializada



Convidada pela presidente da Fenacelbra, vereadora prestigiou evento realizado na cidade do Rio de Janeiro em companhia do vereador Nil Ramos

Nos dias 26 e 27 de abril, último final de semana, a vereadora Ana Genezini e o também parlamentar Nil Ramos, ambos do PTB, participaram do II Congresso Internacional de Nutrição Especializada, na cidade do Rio de Janeiro, evento dedicado ao tratamento à doença celíaca, disfunção caracterizada pela intolerância natural ao glútem e que exige alimentação específica para seu controle.

Ana Genezini comentou na tribuna da Câmara sua participação no evento, a qual ocorreu graças a um convite pessoal da presidente da Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil (Fenacelbra), Lucélia da Silva Costa. “Devemos discutir cada vez mais a questão da doença celíaca, no Congresso pudemos assistir a inúmeras palestras e depoimentos de celíacos, sobre as dificuldades enfrentadas para o tratamento e até mesmo para diagnosticar a disfunção, o que nos mostra a necessidade de o poder público oferecer a esses cidadãos a assistência adequada”, enfatizou a vereadora.

A vereadora confessou que a participação no Congresso pode lhe demonstrar na prática o quão restritiva é a alimentação do celíaco, o que faz com que o dia a dia seja uma constante superação. “O aprendizado com as palestras foi tamanho, que talvez eu e o Nil Ramos não possamos explicitar no nosso relatório de viagem de forma precisa todos os aspectos técnicos expostos”, afirmou Ana Genezini.

Na abertura oficial do evento, Lucélia da Silva Costa explicitou o sentimento de todos os presentes no Congresso: “estamos aqui para compartilhar um sonho, um sonho do qual todos vocês fazem parte, reconhecer é este sonho, saber junto conjugar, reunir vozes, conquistar novas identidades, reverenciar, certificar, ou seja, reconhecer a doença celíaca por aquilo que ela é, nosso sonho hoje é pela igualdade social, é ver celíacos e não celíacos na mesma mesa com segurança alimentar”.

A realização de um workshop no município, organizado pela Secretaria de Saúde em parceria com Lucélia da Silva Costa, da Fenacelbra, também foi lembrada pela vereadora. O evento ainda não tem data definida, mas já está sendo estudado pelas frentes responsáveis para que todo corpo médico da rede municipal de saúde tome conhecimento da doença celíaca para desenvolvimento de uma política pública de assistência e de facilitação do mapeamento de casos em Vinhedo.


Conheça a doença


A Doença Celíaca é autoimune, causada pela intolerância permanente ao glúten e que se expressa por enteropatia mediada por Linfócitos T, em indivíduos geneticamente predispostos, podendo surgir em qualquer idade. O único tratamento existente é uma rigorosa dieta sem glúten por toda a vida, que caso não seguida pode desenvolver inúmeros problemas de saúde ao celíaco como: osteoporose, diabetes, epilepsia, infertilidade, câncer, dentre outros.

Os celíacos apresentam inúmeros sintomas que caracterizam a disfunção, como diarreia, prisão de ventre, perda de peso e fadiga, dores e distensão abdominal, enjoo, atraso de crescimento em crianças, anemia por carência de ferro, osteoporose, carência de vitaminas e minerais, amenorreia (ausência da menstruação), problemas de tireoide, doença imunológicas como diabetes tipo 1 entre outros.

Para diagnosticar a doença vários exames podem ser realizados pelo SUS, como testes sorológicos para dosar os anticorpos antigliadina, antiendomísio e antitransglutaminase e a endoscopia digestiva com biópsia do intestino delgado (duodeno) para confirmação do diagnóstico.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conselho de Usuários da TIM Região Sudeste

Ana Genezini pede flexibilização para abertura do comércio e apoio para famílias carentes

Ana Genezini sugere instalação de bebedouros em diferentes pontos da cidade