Ana Genezini volta a cobrar Telefônica sobre fiação solta em bairros de Vinhedo

O descaso da empresa de telefonia Telefônica para com o município levou a vereadora Ana Genezini (PTB) encaminhar novo ofício a Gerência Regional da empresa nesta semana solicitando reparos emergenciais em vários bairros do município. Somente no bairro da Capela, vistoria realizada no dia 31 de janeiro pela parlamentar, revelou que pelo menos quinze ruas estão com problemas de fiação danificada. Entre as ruas exemplificadas pela vereadora na região da Capela estão a Rua João Degelo, José Ferragut, Mari Curi, Wadih Haddad, Opala, Malaquita, Granada, Pe. Antonio Amstalden, João Ramalho, Angelo Altieri, Benedito de Oliveira e Eduardo Lovato, apenas como amostragem, já que o problema tem ocorrido no município como um todo. Conforme relatou a vereadora no ofício, são diversos os pontos encontrados nos quais fios de linha telefônica estão rompidos. “Em muitos locais os fios encontram-se baixos, amontoados e frouxos, cedendo a cada dia. Em outros a prestação de serviço é tão precária que os fios ficam dependurados, amarrados em postes, em grades de residências particulares, enrolados ao chão. Facilmente são verificadas em várias ruas do bairro fiações soltas, caixas de ligações penduradas e emaranhados de fios improvisados nos postes.” Ana Genezini também descreveu à gerência regional os entraves causados aos munícipes, além da inoperância das linhas, prejudicando moradores e comércio local há também a dificuldade de moradores acessarem suas próprias residências em razão de fios soltos e baixos colocando em risco a vida inclusive de pedestres e crianças. “Na Rua João Ramalho, por exemplo, há 5 meses foi solicitado o reparo e até o momento nada foi feito. Por outro lado notamos que há muitos veículos da prestadora de serviços da empresa na cidade, mas não se sabe para quê até porque não se vê nenhuma melhoria concreta nos serviços ”, descreveu a vereadora. Esta não é a primeira vez que a parlamentar cobra medidas emergenciais à gerência da empresa. No ano passado, uma reunião foi realizada no gabinete do prefeito para tratar da questão com a promessa pela empresa de que a situação se resolveria. “Novamente temos que cobrar da empresa que faça seu serviço. Esperamos que desta vez os problemas sejam sanados, nem que para isso levemos nossos pleitos até a Anatel, como já fizemos em outras ocasiões”, reforçou Ana Genezini.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conselho de Usuários da TIM Região Sudeste

Ana Genezini pede flexibilização para abertura do comércio e apoio para famílias carentes

Ana Genezini sugere instalação de bebedouros em diferentes pontos da cidade