Ana Genezini sugere implantação de corais em toda Rede Municipal de Ensino



Na última semana, a vereadora e 1ª secretária da mesa diretiva da Câmara, Ana Genezini (PTB), apresentou ao Executivo uma indicação sugerindo a implantação de corais em todas as escolas públicas municipais.

O objetivo, segundo a parlamentar, é fazer com que as crianças desenvolvam uma relação mais positiva com o ambiente de estudo, revelando talentos, dons e interesses. “Considerando que a Secretaria de Educação lançou recentemente um projeto de dança nas escolas, esta sugestão viria complementar o trabalho que já está sendo realizado, visando sempre à formação de nossos jovens”, explicou Ana Genezini.

Como exemplo a vereadora citou o bem sucedido “Francoral”, coral formado por alunos da Escola Municipal André Franco Montoro, que inclusive já foi objeto de aplausos na Câmara Municipal. “Temos ótimos exemplos na cidade o Nota na Goela das Oficinas Culturais e o Francoral que a cada dia recebe mais adeptos. Precisamos estender boas iniciativas para outras escolas”, sugeriu.

Programa de Obesidade

Pela terceira vez desde 2009, a vereadora Ana Genezini reiterou a importância da realização do “Programa Municipal de Prevenção e Controle da Obesidade em Crianças e Adolescentes em Vinhedo”. O objetivo do programa, segundo a vereadora, é a “promoção de ações e serviços destinados a prevenir e controlar a ocorrência de sobrecarga ponderal em crianças e adolescentes entre 12 e 18 anos”.

Entre as atividades propostas na minuta estão ações educativas sobre as causas e consequências da obesidade; realização de exame biométrico; reorganização no cardápio das refeições a serem servidas às crianças e adolescentes - elaborado por nutricionista em conjunto com o Conselho Municipal de Alimentação Escolar; fomento à prática de exercícios físicos adequados a cada faixa etária; matérias sobre a importância da alimentação equilibrada; entre outras que tenham o objetivo de alertar sobre o problema.

O programa também traz em seu conjunto de ações a premissa de atendimento clínico multiprofissional em vigilância nutricional individualizado às crianças ou adolescentes com sobrepeso ponderal; realização de avaliação antropométrica e nutricional capaz de auxiliar o diagnóstico e elaboração de exercícios físicos destinados às crianças e adolescentes através da Secretaria de Esportes.

Nos cardápios de restaurantes, lanchonetes, "fast-foods" e outros estabelecimentos instalados no município o projeto também estipula a obrigatoriedade de trazer informações sobre a quantidade média de calorias de cada porção servida.

De acordo com a justificativa do projeto, “a obesidade infantil, que já é considerada um caso de calamidade nos Estados Unidos, está se tornando um problema igualmente grave e preocupante para a classe médica brasileira. Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem), 15% das crianças e adolescentes do país estão acima do peso ideal, constatação inquietante para os profissionais de saúde”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conselho de Usuários da TIM Região Sudeste

Ana Genezini pede flexibilização para abertura do comércio e apoio para famílias carentes

Ana Genezini sugere instalação de bebedouros em diferentes pontos da cidade