Vereadores visitam futuro Centro de Zoonoses e Departamento de Vigilância em Saúde


Na manhã desta terça-feira, 26, os vereadores Adriano Corazzari (PSB), Júnior Vendemiatti (PPS), Ana Genezini (PTB), Rubens Nunes (PR), Márcio Melle (PSB), Carlinhos Paffaro (PR), Cidinho Fróis (PTB), Izael Viel (PR) e Donizete Lopes (PTB) visitaram o prédio do antigo Arquivo Central do Município, no bairro do Pinheirinho, onde será construído o futuro Centro de Zoonoses e Departamento de Vigilância em Saúde de Vinhedo.
Os vereadores se encontraram com o Prefeito Milton Serafim, o secretário geral do Município José Luis Bernegossi, o secretário de obras Augusto Bracialli, a secretária de saúde Nádia Capovilla e o chefe administrativo da Secretaria de Saúde e responsável pelo controle de zoonoses, Valdemir Luis Silva. As autoridades que encabeçam esse trabalho apresentaram aos vereadores as plantas do projeto, os planos para o local e o terreno. O desativado arquivo central não só passará por reformas como também será ampliado para se tornar o Centro de Zoonoses e Departamento de Vigilância em Saúde.
A edificação contará com dois andares. O piso inferior será destinado ao centro de controle de zoonoses e terá uma sala de cirurgia para a castração e atendimento a animais feridos que após o tratamento serão devolvidos aos responsáveis ou ao lugar em que foram encontrados. No piso superior, por sua vez, ficará o setor administrativo e o chamado Departamento de Vigilância em Saúde que engloba vigilância sanitária e vigilância epidemiológica, essa última destinada ao controle de epidemias, como a dengue, por exemplo.
Nádia Capovilla salientou que o espaço não funcionará como canil, cachorros de rua não serão recolhidos e tampouco residirão no Centro de Zoonoses. Para a castração será cobrado um preço simbólico, muito abaixo do preço de mercado.

Inauguração
A inauguração do complexo de saúde está previsto para Fevereiro de 2012. Com a transferência da vigilância sanitária e epidemiológica para o local, o governo municipal economizará aproximadamente R$ 40 mil anuais que hoje são utilizados para a instalação da vigilância sanitária em prédio não público e também liberará uma sala na UBS da Vila Planalto que atualmente é ocupada pelo controle epidemiológico.
“As obras públicas no município devem acompanhar o crescimento da nossa cidade e as necessidades eminentes. A construção de um Centro de Saúde desse porte trará inúmeros benefícios a nossa população, pois ao mesmo tempo melhora as condições de saúde de nós vinhedenses e também economiza dinheiro público para ser aplicado em outras bem feitorias municipais”, declarou o presidente da Câmara Municipal, Adriano Corazzari.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conselho de Usuários da TIM Região Sudeste

Ana Genezini pede flexibilização para abertura do comércio e apoio para famílias carentes

Ana Genezini sugere instalação de bebedouros em diferentes pontos da cidade